loading...
Conhecendo as Espécies

Orquídeas, Como Cuidar?

16:04:00





Apesar de sua beleza incontestável, as orquídeas de uma forma geral são flores mal-compreendidas pelo público em geral. São consideradas caras, difíceis de cultivar e pouco resistentes. Por conta dessa má-fama, muita gente acaba deixando de ter em casa essas lindas flores. Para cultivar uma orquídea basta seguir algumas dicas básicas que tudo dará certo. Aprenda o básico para começar a cuidar bem destas plantas fantásticas. 

1º Orquídeas vão bem em quase qualquer coisa que não seja… terra! Para saber qual melhor substrato para cada espécie é fácil, basta analisar o substrato que a muda já veio plantada e usar um substrato com as mesmas características.
2º Há espécies que crescem sobre pedras, outras vão bem grudadas em galhos de árvores e há algumas que se desenvolvem sem nada, com as raízes absorvendo nutrientes diretamente da umidade do ar. Terrestres, mesmo, são poucas as espécies - a mais conhecida é a orquídea-bambu, aliás é a única entre todas as espécies de orquídeas "chegada" em terra.
3º Se você já tem uma orquídea em casa, aqui vai uma regra geral: tire o pratinho debaixo do vaso e regue somente quando o substrato (composto por casca de árvore, fibra de xaxim, brita ou outro material usado no lugar da terra) estiver quase seco. Com esse truque, sua planta ficará muito mais bonita!
4º Use o "dedômetro"
Sua mão é o melhor indicador de umidade que existe! Coloque a ponta de um dedo no substrato (espécie de "terra" onde a orquídea é plantada) e sinta se ele está úmido. Se estiver, NÃO regue.

5º Cheque a temperatura
Use a lógica, no calor, molhe mais, no frio, menos. Se o vaso estiver em local de muito vento (uma varanda ou janela de apartamento em andar alto), as regas serão mais freqüentes, porque o vento resseca a planta.


6º Borrife água nas flores
Flores, caules e raízes fazem parte da orquídea! Como são bem porosas, essas partes da planta absorvem água com facilidade. E molhe também a face de trás das folhas, que retém ainda mais água que a parte da cima.


7º Nada de competir com Deus
Se Ele regar sua orquídea, não regue no mesmo dia. Vale a regrinha do "dedômetro" de novo: se choveu, sua planta estará úmida quando você tocar o substrato com o dedo. Então, não regue.


8º Não se esqueça que qualquer planta seja ela rara, simples ou complicada, precisa de muitos nutrientes e não vivem só de vento, por isso, é aconselhável a aplicação de fertilizantes de vez em quando, hoje no mercado existem boas opções inclusive formulas exclusivas para fazer sua orquídea florir.

9º Para se familiarizar bem com sua orquídea e consequentemente cuidar melhor, procure informação sobre a espécie que você esta cultivando, existem livros, revistas e claro a boa internet, então mãos a obra, a sua orquídea vai te retribuir com muitas flores.




Postagens Relacionadas

0 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...