loading...
2016

Plantas Variegadas - [ 10 Sugestões ]

18:24:00



Plantas variegadas são todas aquelas com folhas verdes manchadas em suas extremidades de branco, creme ou outras cores, que atualmente fazem muito sucesso nos jardins.
Segundo o dicionário, a palavra variegada significa "ocorrência numa planta de outras cores além do verde". Ou seja, aquelas espécies normalmente com folhas verde-escuras, que apresentam manchas irregulares verde-claro, creme ou outra cor. A variegação pode ocorrer também nas pétalas das flores. Os Hibiscos e algumas orquídeas são bons exemplos disso.
Mas afinal, como acontece de algumas plantas serem variegadas? A explicação é simples. Na verdade, trata-se de uma mutação genética produzida em laboratório ou de um cruzamento natural entre plantas da mesma espécie, dando origem a outras, visualmente diferentes da planta-mãe. Um fenômeno que costuma ocorrer com certa raridade na Natureza.
Entretanto, como os botânicos sempre mostraram interesse por essas plantas e, sem paciência suficiente para esperar "a vontade" da Natureza, resolveram se valer de técnicas para acelerar a obtenção desses resultados. Por meio de pesquisas, descobriu-se que as formas variegadas tinham a ver com o aumento ou a diminuição de certos pigmentos existentes nas plantas. Estava aí a explicação do que acontecia nas variegações das flores e folhas. Os pigmentos eram transmitidos quando se reproduziam as espécies por estacas. Mas, multiplicadas por sementes, as variegações não ocorriam. Uma coisa, porém, acontecia com relativa facilidade: a volta da planta na cor original. Ou seja, no meio na planta variegada brotavam ramos ou flores com todas as características de uma planta comum.
As plantas variegadas conquistaram espaço no gosto dos consumidores principalmente por que não são mais caras do que as plantas tradicionais e também pelo fato de poder variar na ornamentação da casa ou jardim.

Dieffenbachia amoena
Considerada a gigante entre as espécies, é bem rústica e não requer grandes cuidados, desde que plantadas em vasos grandes.
Originárias da Amazônia, as comigo-ninguém-pode costumam ser cultivadas em interiores, para espantar mau olhado. As folhas assemelham-se a remos e apresentam os mais variados desenhos. Plantas consideradas tóxicas, nem por isso menos decorativas.

Diversas figueiras ornamentais de folhas variegadas foram conseguidas por cruzamentos ou melhoramentos genéticos. As vantagens ficam por conta da versatilidade, pois vão bem tanto a sol pleno como dentro de casa.


Ficus elastica 'Decora variegata'
Conhecida como falsa-seringueira-variegada. Apresenta folhas grandes, em forma de lança, com invasões de verde-amarelado dos bordos para o meio. Tem crescimento lento, atingindo no máximo, 8 metros de altura. Não apresenta raízes vigorosas, podendo ser cultivada em jardins internos sem maiores problemas.


Ficus pumila 'Marginata'
Chamado de Unha-de-gato, é muito utilizado para revestimento de muros. Apresenta folhas com bordos tingidos de branco. Reproduz-se por sementes ou estacas.

Ficus Microcarpa
Muito confundida com o ficus benjamina, é um arbusto vigoroso ou pequena árvore, muito cultivado em vasos. Apresenta folhas ovaladas de cor verde-brilhante marginadas de creme. Como não tem raízes vigorosas, pode ser cultivado tranquilamente dentro de casa.


Ficus parcellii
Recentemente reclassificada como Ficus aspera, é um arbusto de folhas grandes em forma de ponta de lança, salpicadas de branco, verde-claro e escuro. A curiosidade fica por conta dos frutos: pequenos figos no tamanho de uma bolinha de gude, que também são variegados.


Ficus triangularis 'Variegata'
Graciosa arvoreta, com folhas triangulares margeadas de branco-amarelado e verde-escuro misturado com verde-claro no centro, grudadas à nervura central. Muito cultivada em vasos, vai muito bem dentro de casa.

As peperômias, muito cultivadas em interiores por causa do tamanho e beleza das folhas, pertencem à família das piperáceas, a mesma da pimenta-do-reino. Nativas das regiões tropicais das Américas, o gênero abrange mais de 500 espécies de difícil identificação. Existem as de caule curto ou ausente, e aquelas com caules eretos e pendentes. Propagam-se por sementes ou estacas, e devem ser cultivadas à meia-sombra.


Peperomia scandens 'Variegata'
Espécie pendente que pode chegar a 60 centrímetros de comprimento, com folhas de formato ovalado de cor verde-claro, e margens irregularmente manchadas de creme


Peperomia obtusifolia 'Variegata'
Atinge até 50 centímetros e apresenta folhas com centro em dois tons de verde e a amrgem branco-leitosa


Peperomia obtusifolia 'Sensation'
Faz parte do grupo das pepêromias terrestres. É conhecida como plantinha-borracha, pois suas folhas lembram as da falsa-seringueira. Apresenta folhas ovaladas de cor verde-acinzentado, com manchas irregulares creme ou verde-escuras.


Psidium guajava 'Variegata'
A nossa tão apreciada goiabeira. Arbusto ou arvoreta de 2 a 10 metros de altura, com caule tortuoso e muito esgalhado. As folhas são alongadas, com textura de couro e coloração verde-clara, matizada de branco. Gosta de sol pleno, regas regulares e reproduz-se por sementes ou estacas de galhos.


Pseuderanthemum atropurpureum 'Variegatum'
Arbusto sempre-verde, com densos ramos eretos que alcançam até 1 metro de altura. As folhas tem textura cerosa e são variegadas em tons violáceos com rosa, cinza-esverdeado, amarelo e branco. A inflorescência tem tonalidades rosadas ou púrpuras. Deve ser cultivado a sol pleno.


Existem centenas de plantas e flores variegadas e claro não cabem numa só postagem, portanto no momento oportuno postaremos mais variedades.



Postagens Relacionadas

0 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...